Estados Unidos

Dois ótimos hotéis em Nova York

Dois ótimos hotéis em Nova York

Se tem um lugar nesse mundo que todo mundo adora, esse lugar é a cidade de Nova York. Sempre que viajo para lá, ou escrevo algo no blog a respeito, é sucesso absoluto. Já confessei algumas vezes para amigos e seguidores, que Nova York é uma cidade que nunca me “joguei de cabeça” de verdade, pela qual nunca fui super apaixonada, e a cada vez que mencionava isso, recebia uma enxurrada de dicas imperdíveis da Big Apple. E não tem aquele ditado: “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”?  Pois é.. Acabei cedendo aos encantos de NYC por uma combinação irresistível de fatores: a tal da enxurrada de boas dicas; viajar para a cidade durante uma estação maravilhosa, o Outono; para comemorar o aniversário do meu caçula; ver uma grande amiga que mora lá, e, last but not least, visitar dois ótimos hotéis na cidade.

 

Os hotéis a que me refiro fazem parte do Grupo Denihan Hospitality, o The Surrey Hotel, no Upper East Side, e o The Benjamin, em Midtown. Duas propriedades de perfis distintos, que me permitiram avaliar uma estadia na cidade por dois ângulos diferentes. Recebi o convite para visitá-los durante um almoço do selo Relais et Châteaux no Rio de Janeiro, e na hora achei que seria uma excelente oportunidade para abrir de vez meu coração para a cidade.

 

The Surrey Hotel

O The Surrey tem todos os ingredientes que adoro em hotéis em qualquer parte do mundo. Para começar é um hotel butique, com jeito de casa e serviço personalizado. A localização é campeã, e fica em uma townhouse na Rua 76, o tipo de rua linda que vemos em filmes e séries de TV. É charmoso até não poder mais e tem um restaurante de um chefe francês que fez fama nos EUA: Daniel Boulud.

O hotel tem a chancela de um dos selos de qualidade que mais adoro na hotelaria, o Relais et Châteaux, o que ainda dá aquele toque francês irresistível a algo que já tem graça de sobra.

O The Surrey tem ainda um hóspede ilustre entre sua grande lista de clientes famosos: JFK era presença regular no hotel durante suas visitas à cidade, que o recebia com descrição e dava ao ex-Presidente toda a privacidade que requeria ao se hospedar por lá. Não à toa, o hotel ganhou fama de lugar ideal para encontros às escondidas, com um ar de mistério e sedução, que permanece até hoje em dia.

 

Localização

Localizado na parte alta do Upper East Side, o hotel fica numa região exclusiva e sofisticada, com poucos hotéis, muitas lojas e cafés. A dois passos do Central Park, no quarteirão entre a Quinta Avenida e a Madison, está situado na rua 76, que é uma graça, com belas townhouses e com aquele ar irresistível de vida de bairro, que tanto adoro.

Por ali achamos ótimas lojas de grife, bons restaurantes e excelentes museus como o Metropolitan, a Frick Collection, o Met Breuer e o Cooper Hewitt.

O Hotel

Já na chegada fomos recebidos com a maior simpatia pelos porteiros e bellboys do hotel. Ser recebida desta forma em um hotel é tão importante pra mim quanto um bom quarto, ou uma boa localização, e o The Surrey passou no teste com maestria.

O lobby é aconchegante e movimentado, com um grande entra-e-sai de hóspedes. A decoração, com assinatura da designer de interiores Lauren Rottet é em estilo Art Deco, e tem obras de arte espalhadas por toda parte, com trabalhos de Chuck Close, Richard Serra e Jenny Holzer.

Anexo ao lobby encontra-se o Bar Pleiades, que tem ambiente sofisticado e de bom gosto e que oferece música ao vivo todas as noites a partir de 21h. O hotel tem ainda um spa super completo, academia de ginástica, um bonito roof garden e alguns salões para eventos corporativos.

 

Os Quartos

O hotel tem 189 quartos espaçosos, de 14 categorias diferentes. Seis tipos de Deluxe Salons, ou quartos deluxe. Sete tipos de Suítes, de um dois, ou três quartos. E uma Suíte Presidencial.

Nosso quarto era um Deluxe Salon e tinha uma cama king, escrivaninha, poltronas e um ótimo banheiro.  Da nossa janela avistávamos a Rua 76 e a esquina com a Madison, lindas com suas cores de outono.

Vale exaltar o excelente espaço para as malas encontrados no nosso quarto, com dois cavaletes presentes na suíte (coisa rara!), um deles fixo para acomodar uma mala grande. Quando a viagem é curta, e não se pode tirar as coisas das malas (por falta de tempo), é crucial ter uma boa opção para acomodá-las e poder abrí-las. No The Surrey eles acertaram em cheio nesse quesito. Ponto pra eles!

Mas senti falta de uma máquina Nespresso no quarto, algo fundamental nos hotéis de luxo nos dias de hoje. A instabilidade do wi-fi foi algo que também me incomodou, e que acredito ser uma questão muito fácil para ser resolvida pela equipe de manutenção do hotel.

 

Gastronomia

Sendo o único hotel Relais et Châteaux de Nova York, era de se esperar que o The Surrey levasse sua gastronomia muito a sério. E, de fato, o hotel conta com três ótimas opções gastronômicas, sendo o Café Boulud, a principal estrela da propriedade.

Café Boulud

De propriedade de Daniel Boulud, o chef francês, que é uma das maiores autoridades na Culinária dos Estados Unidos, o Café Boulud serve café-da-manhã, almoço e jantar e o menu é de clássicos franceses. A decoração é em estilo Art-deco, como o resto do hotel, e oferece um ambiente sossegado, mas clássico e elegante.

O restaurante também é responsável pelo room service do hotel, com uma carta especial para o in-room dining com opções de saladas, sanduíches, pratos leves, massas e boas sobremesas. Outro ponto forte do The Surrey, que gostei muito.

Bar Pleiades

O Bar Pleiades, que fica ao lado do lobby,  tem também uma decoração Art Deco bonita e intimista, com inspiração na estilista Coco Chanel e nas belas linhas dos anos 1930. O bar fica aberto de meio-dia à meia-noite, e sua ótima carta de drinks leva a assinatura  do mixologista Darryl Chan.

O bar é discreto e tem um clima sedutor, e apresenta de segunda a sexta à partir das 21h, uma banda de Jazz que toca música ao vivo. Tive a oportunidade de vê-la tocar, e posso dizer que é simplesmente divina. Uma boa dica para hóspedes ou não-hóspedes do hotel.

 

Roof Garden

No 17º andar do hotel fica localizado o Roof Garden, que fica aberto nos meses de verão. De uso exclusivo dos hóspedes do hotel, o espaço tem um pequeno jardim, um bar e mesinhas. Ali os hóspedes são benvindos para tomar uma taça de vinho e curtir a vista da skyline do Upper East Side.

Spa & Fitness Centre

Uma coisa que me surpreendeu, e muito, foi o Cornelia Spa, muito bom para um hotel butique deste tamanho. Com jeito de oásis urbano, de ambiente extremamente silencioso e tranqüilo, o spa conta com  cinco quartos de tratamento, área para relaxamento e lojinha.

Oferece ainda uma boa gama de massagens corporais, tratamentos faciais, serviços de manicure e pedicure e tratamentos para noivas e grávidas. Não tive a oportunidade de experimentar a massagem, mas em se tratando do espaço físico e do ambiente do spa, gostei muito do que vi por lá.

O hotel conta ainda com uma pequena, mas bem equipada academia de ginástica. Por razões de respeito à privacidade dos hóspedes (que estavam usando o espaço no momento da minha visita), optei por não fotografar o lugar.

 

Hospitalidade

Fomos muito bem recebidos durante nossa estadia no The Surrey Hotel. A equipe de front desk, do restaurante, do spa, e acima de tudo, os porteiros e bellboys foram extremamente simpáticos e prestativos. O carinho extra veio por meio de um presente enviado à meu filho, Joaquim, com uma cartinha endereçada a ele. O tipo de gentileza que aquece o coração de qualquer mãe, e deixa qualquer hóspede muito feliz.

Nossos dias no The Surrey Hotel passaram rápido demais, mas foram confortáveis e muito gostosos. É o tipo de lugar que recomendo para um casal, ou para alguém que precise passar uma temporada na cidade em um hotel exclusivo, mas que tem jeito de casa. E´um hotel de luxo, e a tarifa é alta. É um endereço elegante em uma localização mais residencial do que turística, e linda de morrer.

Agradeço ao The Surrey por nos receber com carinho e gentileza. Espero voltar em breve. Thank you!

 

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

The Benjamin

O segundo hotel que visitamos foi o The Benjamin, em Midtown. Ao contrário, da nossa primeira morada na cidade, essa propriedade segue o estilo de hotel para famílias, para grupos maiores, mais sólido, com mais quartos e uma localização mais central e turística.

Confesso que tenho uma queda por essa região da cidade, pois, há uma década atrás, chegamos a flertar com a possibilidade de morar em NYC, e era lá que ficava toda vez que visitava a cidade.

Explico: meu marido foi transferido para Nova York logo após nossa temporada na África do Sul ter chegado ao fim, mas (com um filho de 6 anos, e um bebê de meses) optei por morar no Rio. Ficamos alguns meses na ponte-aérea, ele vindo pra cá e eu indo pra lá, coisa que só de pensar nos dias de hoje, já me deixa exausta… rs

Mas voltando a Nova York… era em Midtown que “morávamos” nesse período, e nesse estilo de vida doido que levamos por algum tempo, e foi maravilhoso poder matar as saudades desse bairro.

 

O Hotel

O hotel de 209 quartos fica em um prédio datado de 1929, com projeto de Emery Roth, e é considerado uma instituição por si só. Em estilo Beaux Arts,  foi inicialmente projetado para ser um hotel residencial, e é esse mesmo clima de “prédio com pequenos apartamentos de luxo” que ainda encontramos hoje em dia.

Pois acho esse conceito muito bom para quem viaja com a família, ou com um grupo maior de amigos. É uma proposta atraente para quem curte a sensação de ficar num apartamento próprio na cidade, e ainda ter a facilidade de contar com os serviços de um hotel.

 

Localização

Localizado na Rua 50 entre Lexington e 3a Avenida, o hotel fica a poucos minutos de distância de vários pontos turísticos da cidade, como o Rockefeller Centre, a St Patrick’s Cathedral, Grand Central Station e o Chrysler Building. E ao lado do meu restaurante favorito em NYC, o PJ Clarke’s.

Mas apesar de estar em uma localização bem central, o hotel ainda consegue oferecer uma atmosfera de calma e tranqüilidade. Por incrível que pareça, até a parte da rua na qual se encontra o The Benjamin é mais sossegada e silenciosa. Gostamos muito.

Os quartos

Os 209 quartos do hotel são divididos em 5 categorias, uma de Quartos Duplos (com uma pequena cozinha) e quatro categorias de Suítes. São elas: One Bedroom Suites; Balcony Suites; Terrace Suite e a The Benjamin Suite.

Ficamos hospedados em uma One Bedroom Suite, que era bem espaçosa e contava com um quarto duplo, banheiro com banheira, dois closets, uma sala de estar com sofá-cama e uma boa cozinha com geladeira, micro-ondas e toda equipada com louças, copos e talheres. E ainda duas televisões de ótimo tamanho e… uma maquina de café. Viva!

 

The National Restaurant

O restaurante do hotel, The National, é de propriedade do restaurateur Geoffrey Zakarian e serve um menu continental muito bem elaborado, com boas opções de massas, sanduíches, carnes e saladas. O decor remete à um bistrô francês de muito bom gosto, com belos mosaicos no piso e um confortável bar.

Ali é servido o café-da-mahã à la carte, que oferece clássicos como Croque Monsieur, Eggs Benedict e algumas boas opções vegetarianas. O The National serve também almoço e jantar. Ali provei uma gostosa massa, acompanhada de um ótimo Pinot Noir do Oregon.

 

Hospitalidade

O The Benjamin nos recebeu com simpatia e acolhimento. Na chegada um atraso durante nosso check-in foi causado por falta de pessoal no front desk. Na hora achei que parecia ser uma falha momentânea, mas depois observei que os balcões de check-in e concierge estavam sempre meio vazios.

Fora isso, o serviço durante nossa estadia foi tranqüilo e cordial. Os porteiros e bell boys, sempre os mais simpáticos, dão show nas propriedades do Grupo Deniham, uma característica que insisto em exaltar.

No geral o serviço funcionou bem, sem sobressaltos, em um hotel que me parece empregar pessoas já com um certo nível de experiência na hotelaria.

 

 

The Surrey

Endereço: 20 E 76th St, New York, NY 10021, Estados Unidos

Telefone: +1 212-288-3700
Tarifas a partir de US$ 795
Categoria FFT
**** 1/2
___________________________________________________

The Benjamin

Endereço: 125 E 50th St, New York, NY 10022, Estados Unidos

Telefone: +1 212-715-2500

Categoria FFTravels
****

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *