O Conceito de Wellness

Mas o que significa Wellness, um conceito que vem crescendo cada vez mais na mídia e nos negócios nos últimos anos?

A tradução do termo para o Português é bem-estar, e o conceito em si engloba uma gama de atividades e adoção de hábitos mais saudáveis que visem melhorar a saúde e, consequentemente, a qualidade de vida das pessoas. Temas como alimentação saudável e responsável, exercícios físicos, massagem, meditação e espiritualidade são os pilares centrais do conceito de Wellness.

Turismo de Wellness

O Turismo de Wellness é o segmento da indústria do turismo que mais cresceu nos últimos anos, e hoje em dia tem uma fatia de 17% do mercado. Em 2018 gerou US$639 bi, e a previsão é que bata a casa dos US$800 bi até 2020, e US$919 bi até 2022.

Mas isso não me causa surpresa, confesso. Nesse mundo em que vivemos, conectados quase que o dia inteiro, em um ritmo frenético, uma viagem planejada com o objetivo de “desestressar” soa atraente para muitos viajantes.

Os programas e roteiros envolvem experiências saudáveis, tais como: aulas de yoga;  vários tipos de massagens; aulas de culinária; estadias em hotéis que têm como foco turismo sustentável, alimentação orgânica e spas extremamente bem equipados; aulas de meditação e visitas a templos locais.

A Tailândia como destino de Wellness

Considero a Tailândia um dos países mais apropriados para uma viagem de Wellness no mundo. A incrível cultura do país e sua famosa Massagem Thai, sua culinária deliciosa, a prática do budismo (a religião local), a doçura do povo tailandês, o ritmo desacelerado das ilhas, e a beleza de seus templos já são um convite (natural) para o viajante desestressar por lá.

A Tailândia é um país que encanta a todos que o visitam, graças à hospitalidade e delicadeza de um povo que recebe seus visitantes sempre com um sorriso no rosto. Sendo assim, o conceito de Wellness casa muito bem com um país, onde todos que chegam se sentem tão bem recebidos.

A Viagem

Bangkok no Mandarin Oriental Bangkok

Nossa viagem começou por uma das minhas capitais preferidas no mundo: Bangkok. Uma cidade agitada, mas o centro de um país que tem o bem-estar forte em seu DNA. Ficamos hospedadas no extraordinário e icônico Hotel Mandarin Oriental Bangkok, um hotel que sempre sonhei em conhecer.

No hotel fizemos atividades incríveis no Spa, no Health Center e na Escola de Culinária. Tudo  na belíssima propriedade do hotel que fica do outro lado do Rio Chao Praya. A travessia era feita no barco do próprio hotel, que dava mais graça ainda ao itinerário preparado para nosso grupo.

Ficamos hospedadas no prédio centenário do hotel, charmoso e elegante até não poder mais. Minha suíte era virada para o Rio Chao Praya e tinha o bom gosto e o toque de sofisticação característicos dos hotéis do grupo Mandarin Oriental. Eu já sabia que o hotel era deslumbrante, mas não podia imaginar o quanto. Foi uma estadia inesquecível.

Koh Kood no Soneva Kiri

A próxima parada foi o Hotel Soneva Kiri, na ilha de Koh Kood. A ilha fica localizada no Golfo da Tailândia, quase na fronteira com o Camboja, uma região que estava louca para conhecer há tempos.

A chegada foi feita por ar, no Cesna Caravan de propriedade do Soneva. De lá, pegamos um barco, que nos levou até  o hotel.

Ficamos hospedadas numa vila dupla, com piscina e vista para o mar. O hotel ocupa uma boa parte da ilha, e conta com cinema ao ar livre, um Spa Six Senses, 3 restaurantes, 2 bares, 1 sorveteria e uma lojinha de chocolates. Um observatório, duas butiques e academia de ginástica.

 

Koh Samui no Six Senses Samui

Nossa terceira e última parada foi a ilha de Koh Samui. Já havia visitado a ilha, como mochileira, 20 anos antes. Desta vez voltaria, com um “pouquinho mais de luxo” (rs),  para visitar um hotel que pertence a um dos meus grupos hoteleiros preferidos: o Six Senses.

O Six Senses Samui é extremamente bem localizado e conta com um dos melhores spas que já visitei. Oferece também aulas de culinária, aulas de yoga, workshops, aulas de meditação e uma gama incrível de tratamentos corporais e faciais.

O grupo Six Senses é, na minha opinião, um dos selos hoteleiros que melhor incorporam o espírito de Turismo de Wellness. O conceito dos hotéis é todo pensado para garantir que o hóspede viva esse conceito de bem-estar durante toda a sua estadia no hotel. Através de hortas orgânicas em suas propriedades, garante que a comida servida é 100% saudável. Abraça também a importância de ter os melhores spas do mercado, garantindo sempre a excelência de tratamentos e terapeutas.

Sou fã de carteirinha.

Para ler o post completo sobre o Six Senses Samui, clique aqui.

Atividades de Wellness na Tailândia

Massagens

Os tailandeses são mundialmente famosos por sua técnica de massagem ancestral, conhecida como Nuad Thai Bo-Rarn, (Nuad = Massagem, Bo-Rarn = Ancestral). Conhecida no Ocidente como Massagem Thai, é uma técnica de 2500 anos, que foi declarada Patrimônio Nacional Tailandês, com o intuito de preservar o conhecimento e a tradição da técnica. A massagem é feita com um ritmo lento e combina alongamento muscular, torções, manipulação corporal e pressão. O resultado é um relaxamento profundo e uma sensação de bem-estar imediata.

Tivemos a oportunidade de fazer a Massagem Thai em alguns locais durante a viagem, todos excelentes.

Chetawan Health Center

Já em Bangkok, começamos com o pé direito, no Chetawan Health Center, uma filial escola da de massagem que fica dentro do Templo de Wat Pho, a Watpho Thai Traditional Medicine School.

The Oriental Spa at Mandarin Oriental Bangkok

No lindo Spa do Mandarin Oriental Bangkok recebemos uma massagem relaxante com óleos de 90 minutos (a minha primeira massagem em um tatame) seguida de um delicioso chá de gengibre. O spa é muito bem equipado e sua equipe nos recebeu de forma gentil e profissional.

Six Senses Spa at Soneva Kiri

No Six Senses Spa do Hotel Soneva Kiri, optei também por uma massagem relaxante com óleo de côco. Simplesmente dos Deuses!

Tamarind Springs Spa, Koh Samui

O Tamarind Springs Spa em Koh Samui é um complexo de massagem e piscinas naturais que existe há 30 anos. O local é um verdadeiro oásis e oferece tratamentos corporais excelentes. O espaço conta ainda com sauna a vapor, encrustada numa pedra, piscinas termais, vestiários e pequenas estações para snacks e chás.

Fotos não são permitidas nos locais de massagem e nas piscinas. Abaixo algumas imagens da propriedade por fora, das oferendas, dos chás que tomamos e dos tipos diferentes de óleos que poderíamos escolher para nossa massagem.

 

Six Senses Samui Spa

O Spa do Six Senses Samui  talvez tenha sido um dos melhores spas de hotel que já conheci. Espalhado por uma grande área costeira, das partes mais bonitas do hotel, o local conta com inúmeras salas de tratamento, todas com banheira, chuveiro, vestiário e vista para o mar.

Conta aida com academia, sala de Yoga e meditação, recepção, butique e área de relaxamento. A vista do pôr-do-sol é a mais bonita do hotel.

Para completar, o nível de tratamentos e terapeutas do Six Senses Spa é extraordinário.  Um local para passar uma semana de Wellness,  fazendo tratamentos, workshops e desintoxicando corpo e alma. Impecável!

 

Street Foot Massage at Chatuchak Market

Depois de 5 horas andando sem parar no Mercado de Chatuchak, receber a massagem de pés num stand de massagens do mercado foi quase o mesmo que atingir o Nirvana.. rs

Mas brincadeiras à parte, as massagens de rua oferecidas em Bangkok são de alto nível. Testei e aprovei!

Atividades físicas

Muay Thai no Mandarin Oriental Bangkok

Na nossa primeira manhã em Bangkok fomos convidadas a participar de uma aula de Muay Thai na academia do hotel. O professor era gentil e eficiente, e a aula foi ótima. Eu já havia treinado Muay Thai no Rio durante dois anos, e já conhecia os diferentes tipos de golpes. Adoro essa modalidade de exercício! Sendo assim, foi bom relembrar um pouco a técnica e desferir bons chutes e socos estando no verdadeiro berço do boxe tailândes. Programa sensacional!

Aula de Yoga no Soneva Kiri

Da agitação do Muay Thai em Bangkok para o relaxamento da aula de Kundalini Yoga no Soneva Kiri foi um pulo. Um contraste e tanto entre os dois tipos de exercício, cada um com o seu valor.

Em Koh Kood, fizemos uma aula excelente e começamos o dia super energizadas. O Kundalini Yoga é feito para desestressar e limpar as energias, e o nível técnico de nossa instrutora era muito bom. Uma experiência e tanto, que me despertou o desejo de fazer mais e mais aulas dessa modalidade de Yoga. Nota 10!

 

Aulas de culinária

Sim, também fizemos aulas de culinária Thai durante  nossa viagem  de Wellness na Tailândia e foi uma experiência e tanto! Como amo cozinhar, adorei aprender o nome de alguns ingredientes e técnicas usadas na culinária tailandesa. Agora só me falta tempo (e disposição) para botar em prática o que aprendi e fazer um bonito na minha cozinha aqui no Rio…

The Oriental Cooking School

A Escola de Culinária do Mandarin Oriental Bangkok é um show à parte! Linda, organizada e com um pequeno auditório, que não deixa nada à dever às grandes escolas de gastronomia do mundo. O Chef Narain Kiattiyotcharoen era um craque, carismático, um perfeito embaixador da gastronomia tailandesa e nos encantou com sua paixão pelos sabores e temperos de sua cozinha.

Aprendemos sobre os diferentes tipos de pimentas, como fazer leite de côco caseiro (só se usa o caseiro na Tailândia) e ainda algumas receitas deliciosas. A entradinha Miang Khum (foto acima), a famosa sopa Tom Kha Gai e o Kwai Yat Sai Graphrao Moo, crepe tailandês com recheio de porco e manjericão.

 

Aula de Culinária Six Senses Samui

Nossa aula de culinária no Six Senses Samui foi mais informal, mas igualmente interessante. A aula foi ministrada pela Chef Pim, com ajuda do Chef Executivo Sandro Teixeira. Aprendemos um pouco mais sobre ingredientes inusitados, como a flor de bananeira, usada numa deliciosa salada.

Fizemos um total de cinco pratos, todos divinos. Me diverti horrores durante a aula, botei a mão na massa pra valer. Um programa delicioso para quem ama gastronomia, como eu.

O resultado de nossa tarde de trabalho foi esse (em sentido horário): peixe ao molho de turmeric; salada de flor de bananeira; croquetes de porco e especiarias; pad Thai e salada de mamão papaya verde. Um verdadeiro deleite!

Meditação

Nossa última atividade antes de partir da Tailândia talvez tenha sido a mais interessante, e a que mais me marcou.

Fizemos um workshop de meditação e singing bowls nepaleses com a Diretora de Wellness Kae Keerana (sim, o Six Senses Samui tem uma Diretora Wellness!). Foi das experiências mais incríveis que já vivenciei. A meditação feita através dos sons saídos dos bowls causa um relaxamento profundo e uma limpeza energética poderosa. Uma técnica local extraordinária, que eu não conhecia.

Kae é uma expert em meditação e nos ensinou também uma técnica simples (mas efetiva) de meditação de movimento, feita com os braços. Isso tudo numa sala de meditação toda em vidro e virada para o mar.

Já com o sol se pondo, agradeci ao Universo pela oportunidade de estar ali, e já comecei a planejar (silenciosamente)  meu retorno (em breve) para mais uma rodada de Wellness na Tailândia “na veia”. rs

Khob Khun Ka, Thailand!

 

 

Ficha Técnica da Viagem

Mandarin Oriental Bangkok

www.mandarinorinetal.com 

@mo_bangkok

 

Soneva Kiri

www.soneva.com

@discoversoneva

 

Six Senses Samui

www.sixsenses.com

@sixsensessamui

 

Tamarind Springs Spa, Koh Samui

www.tamarindsprings.com

@tamarindsprings

 

"/>
Tailândia

Wellness na Tailândia

Wellness na Tailândia: turismo de bem-estar em um país que faz bem à alma

Recentemente fui convidada para fazer uma viagem à Tailândia para conhecer o Turismo de Wellness, ou turismo de bem-estar, no país. Foi a primeira vez que fiz uma viagem nesse formato: como convidada; com pessoas que conhecia pouco; e com um roteiro de atividades pré-fixado. Atividades essas, em sua grande maioria, com foco no tema Wellness na Tailândia e visitas a templos e hotéis.

A experiência foi muito enriquecedora e de grande aprendizado. E acima de tudo, me mostrou um país, que visitei pela primeira vez em 1995  (e para onde voltei seis vezes desde então), com uma estrutura de turismo cada vez mais eficiente e profissional.

Minhas companheiras de viagem foram a fotógrafa Pimpa Brauen, Alessandra Leite, proprietária da Revista Hotel News, e a blogueira Flavia Pires.

O Conceito de Wellness

Mas o que significa Wellness, um conceito que vem crescendo cada vez mais na mídia e nos negócios nos últimos anos?

A tradução do termo para o Português é bem-estar, e o conceito em si engloba uma gama de atividades e adoção de hábitos mais saudáveis que visem melhorar a saúde e, consequentemente, a qualidade de vida das pessoas. Temas como alimentação saudável e responsável, exercícios físicos, massagem, meditação e espiritualidade são os pilares centrais do conceito de Wellness.

Turismo de Wellness

O Turismo de Wellness é o segmento da indústria do turismo que mais cresceu nos últimos anos, e hoje em dia tem uma fatia de 17% do mercado. Em 2018 gerou US$639 bi, e a previsão é que bata a casa dos US$800 bi até 2020, e US$919 bi até 2022.

Mas isso não me causa surpresa, confesso. Nesse mundo em que vivemos, conectados quase que o dia inteiro, em um ritmo frenético, uma viagem planejada com o objetivo de “desestressar” soa atraente para muitos viajantes.

Os programas e roteiros envolvem experiências saudáveis, tais como: aulas de yoga;  vários tipos de massagens; aulas de culinária; estadias em hotéis que têm como foco turismo sustentável, alimentação orgânica e spas extremamente bem equipados; aulas de meditação e visitas a templos locais.

A Tailândia como destino de Wellness

Considero a Tailândia um dos países mais apropriados para uma viagem de Wellness no mundo. A incrível cultura do país e sua famosa Massagem Thai, sua culinária deliciosa, a prática do budismo (a religião local), a doçura do povo tailandês, o ritmo desacelerado das ilhas, e a beleza de seus templos já são um convite (natural) para o viajante desestressar por lá.

A Tailândia é um país que encanta a todos que o visitam, graças à hospitalidade e delicadeza de um povo que recebe seus visitantes sempre com um sorriso no rosto. Sendo assim, o conceito de Wellness casa muito bem com um país, onde todos que chegam se sentem tão bem recebidos.

A Viagem

Bangkok no Mandarin Oriental Bangkok

Nossa viagem começou por uma das minhas capitais preferidas no mundo: Bangkok. Uma cidade agitada, mas o centro de um país que tem o bem-estar forte em seu DNA. Ficamos hospedadas no extraordinário e icônico Hotel Mandarin Oriental Bangkok, um hotel que sempre sonhei em conhecer.

No hotel fizemos atividades incríveis no Spa, no Health Center e na Escola de Culinária. Tudo  na belíssima propriedade do hotel que fica do outro lado do Rio Chao Praya. A travessia era feita no barco do próprio hotel, que dava mais graça ainda ao itinerário preparado para nosso grupo.

Ficamos hospedadas no prédio centenário do hotel, charmoso e elegante até não poder mais. Minha suíte era virada para o Rio Chao Praya e tinha o bom gosto e o toque de sofisticação característicos dos hotéis do grupo Mandarin Oriental. Eu já sabia que o hotel era deslumbrante, mas não podia imaginar o quanto. Foi uma estadia inesquecível.

Koh Kood no Soneva Kiri

A próxima parada foi o Hotel Soneva Kiri, na ilha de Koh Kood. A ilha fica localizada no Golfo da Tailândia, quase na fronteira com o Camboja, uma região que estava louca para conhecer há tempos.

A chegada foi feita por ar, no Cesna Caravan de propriedade do Soneva. De lá, pegamos um barco, que nos levou até  o hotel.

Ficamos hospedadas numa vila dupla, com piscina e vista para o mar. O hotel ocupa uma boa parte da ilha, e conta com cinema ao ar livre, um Spa Six Senses, 3 restaurantes, 2 bares, 1 sorveteria e uma lojinha de chocolates. Um observatório, duas butiques e academia de ginástica.

 

Koh Samui no Six Senses Samui

Nossa terceira e última parada foi a ilha de Koh Samui. Já havia visitado a ilha, como mochileira, 20 anos antes. Desta vez voltaria, com um “pouquinho mais de luxo” (rs),  para visitar um hotel que pertence a um dos meus grupos hoteleiros preferidos: o Six Senses.

O Six Senses Samui é extremamente bem localizado e conta com um dos melhores spas que já visitei. Oferece também aulas de culinária, aulas de yoga, workshops, aulas de meditação e uma gama incrível de tratamentos corporais e faciais.

O grupo Six Senses é, na minha opinião, um dos selos hoteleiros que melhor incorporam o espírito de Turismo de Wellness. O conceito dos hotéis é todo pensado para garantir que o hóspede viva esse conceito de bem-estar durante toda a sua estadia no hotel. Através de hortas orgânicas em suas propriedades, garante que a comida servida é 100% saudável. Abraça também a importância de ter os melhores spas do mercado, garantindo sempre a excelência de tratamentos e terapeutas.

Sou fã de carteirinha.

Para ler o post completo sobre o Six Senses Samui, clique aqui.

Atividades de Wellness na Tailândia

Massagens

Os tailandeses são mundialmente famosos por sua técnica de massagem ancestral, conhecida como Nuad Thai Bo-Rarn, (Nuad = Massagem, Bo-Rarn = Ancestral). Conhecida no Ocidente como Massagem Thai, é uma técnica de 2500 anos, que foi declarada Patrimônio Nacional Tailandês, com o intuito de preservar o conhecimento e a tradição da técnica. A massagem é feita com um ritmo lento e combina alongamento muscular, torções, manipulação corporal e pressão. O resultado é um relaxamento profundo e uma sensação de bem-estar imediata.

Tivemos a oportunidade de fazer a Massagem Thai em alguns locais durante a viagem, todos excelentes.

Chetawan Health Center

Já em Bangkok, começamos com o pé direito, no Chetawan Health Center, uma filial escola da de massagem que fica dentro do Templo de Wat Pho, a Watpho Thai Traditional Medicine School.

The Oriental Spa at Mandarin Oriental Bangkok

No lindo Spa do Mandarin Oriental Bangkok recebemos uma massagem relaxante com óleos de 90 minutos (a minha primeira massagem em um tatame) seguida de um delicioso chá de gengibre. O spa é muito bem equipado e sua equipe nos recebeu de forma gentil e profissional.

Six Senses Spa at Soneva Kiri

No Six Senses Spa do Hotel Soneva Kiri, optei também por uma massagem relaxante com óleo de côco. Simplesmente dos Deuses!

Tamarind Springs Spa, Koh Samui

O Tamarind Springs Spa em Koh Samui é um complexo de massagem e piscinas naturais que existe há 30 anos. O local é um verdadeiro oásis e oferece tratamentos corporais excelentes. O espaço conta ainda com sauna a vapor, encrustada numa pedra, piscinas termais, vestiários e pequenas estações para snacks e chás.

Fotos não são permitidas nos locais de massagem e nas piscinas. Abaixo algumas imagens da propriedade por fora, das oferendas, dos chás que tomamos e dos tipos diferentes de óleos que poderíamos escolher para nossa massagem.

 

Six Senses Samui Spa

O Spa do Six Senses Samui  talvez tenha sido um dos melhores spas de hotel que já conheci. Espalhado por uma grande área costeira, das partes mais bonitas do hotel, o local conta com inúmeras salas de tratamento, todas com banheira, chuveiro, vestiário e vista para o mar.

Conta aida com academia, sala de Yoga e meditação, recepção, butique e área de relaxamento. A vista do pôr-do-sol é a mais bonita do hotel.

Para completar, o nível de tratamentos e terapeutas do Six Senses Spa é extraordinário.  Um local para passar uma semana de Wellness,  fazendo tratamentos, workshops e desintoxicando corpo e alma. Impecável!

 

Street Foot Massage at Chatuchak Market

Depois de 5 horas andando sem parar no Mercado de Chatuchak, receber a massagem de pés num stand de massagens do mercado foi quase o mesmo que atingir o Nirvana.. rs

Mas brincadeiras à parte, as massagens de rua oferecidas em Bangkok são de alto nível. Testei e aprovei!

Atividades físicas

Muay Thai no Mandarin Oriental Bangkok

Na nossa primeira manhã em Bangkok fomos convidadas a participar de uma aula de Muay Thai na academia do hotel. O professor era gentil e eficiente, e a aula foi ótima. Eu já havia treinado Muay Thai no Rio durante dois anos, e já conhecia os diferentes tipos de golpes. Adoro essa modalidade de exercício! Sendo assim, foi bom relembrar um pouco a técnica e desferir bons chutes e socos estando no verdadeiro berço do boxe tailândes. Programa sensacional!

Aula de Yoga no Soneva Kiri

Da agitação do Muay Thai em Bangkok para o relaxamento da aula de Kundalini Yoga no Soneva Kiri foi um pulo. Um contraste e tanto entre os dois tipos de exercício, cada um com o seu valor.

Em Koh Kood, fizemos uma aula excelente e começamos o dia super energizadas. O Kundalini Yoga é feito para desestressar e limpar as energias, e o nível técnico de nossa instrutora era muito bom. Uma experiência e tanto, que me despertou o desejo de fazer mais e mais aulas dessa modalidade de Yoga. Nota 10!

 

Aulas de culinária

Sim, também fizemos aulas de culinária Thai durante  nossa viagem  de Wellness na Tailândia e foi uma experiência e tanto! Como amo cozinhar, adorei aprender o nome de alguns ingredientes e técnicas usadas na culinária tailandesa. Agora só me falta tempo (e disposição) para botar em prática o que aprendi e fazer um bonito na minha cozinha aqui no Rio…

The Oriental Cooking School

A Escola de Culinária do Mandarin Oriental Bangkok é um show à parte! Linda, organizada e com um pequeno auditório, que não deixa nada à dever às grandes escolas de gastronomia do mundo. O Chef Narain Kiattiyotcharoen era um craque, carismático, um perfeito embaixador da gastronomia tailandesa e nos encantou com sua paixão pelos sabores e temperos de sua cozinha.

Aprendemos sobre os diferentes tipos de pimentas, como fazer leite de côco caseiro (só se usa o caseiro na Tailândia) e ainda algumas receitas deliciosas. A entradinha Miang Khum (foto acima), a famosa sopa Tom Kha Gai e o Kwai Yat Sai Graphrao Moo, crepe tailandês com recheio de porco e manjericão.

 

Aula de Culinária Six Senses Samui

Nossa aula de culinária no Six Senses Samui foi mais informal, mas igualmente interessante. A aula foi ministrada pela Chef Pim, com ajuda do Chef Executivo Sandro Teixeira. Aprendemos um pouco mais sobre ingredientes inusitados, como a flor de bananeira, usada numa deliciosa salada.

Fizemos um total de cinco pratos, todos divinos. Me diverti horrores durante a aula, botei a mão na massa pra valer. Um programa delicioso para quem ama gastronomia, como eu.

O resultado de nossa tarde de trabalho foi esse (em sentido horário): peixe ao molho de turmeric; salada de flor de bananeira; croquetes de porco e especiarias; pad Thai e salada de mamão papaya verde. Um verdadeiro deleite!

Meditação

Nossa última atividade antes de partir da Tailândia talvez tenha sido a mais interessante, e a que mais me marcou.

Fizemos um workshop de meditação e singing bowls nepaleses com a Diretora de Wellness Kae Keerana (sim, o Six Senses Samui tem uma Diretora Wellness!). Foi das experiências mais incríveis que já vivenciei. A meditação feita através dos sons saídos dos bowls causa um relaxamento profundo e uma limpeza energética poderosa. Uma técnica local extraordinária, que eu não conhecia.

Kae é uma expert em meditação e nos ensinou também uma técnica simples (mas efetiva) de meditação de movimento, feita com os braços. Isso tudo numa sala de meditação toda em vidro e virada para o mar.

Já com o sol se pondo, agradeci ao Universo pela oportunidade de estar ali, e já comecei a planejar (silenciosamente)  meu retorno (em breve) para mais uma rodada de Wellness na Tailândia “na veia”. rs

Khob Khun Ka, Thailand!

 

 

Ficha Técnica da Viagem

Mandarin Oriental Bangkok

www.mandarinorinetal.com 

@mo_bangkok

 

Soneva Kiri

www.soneva.com

@discoversoneva

 

Six Senses Samui

www.sixsenses.com

@sixsensessamui

 

Tamarind Springs Spa, Koh Samui

www.tamarindsprings.com

@tamarindsprings

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *